27 abril 2011

Resumo da história de Bob - parte 1

Bob é um alcoólatra. Sua esposa, médicos, amigos e parentes não sabem que ele é dependente do álcool. Ele também não sabe disso, embora muitas vezes tenha medo de que alguma coisa terrível lhe esteja acontecendo. Ele se preocupa em que possa ter algum problema mental, embora lute contra esses medos por sí próprio,convicto de que, se admiti-los, eles acabarão-se confirmando. Sente-se profundamente envergonhado de sí mesmo e cheio de culpa por sua incapacidade de controlar a bebida e manter as promessas que faz à esposa. O que acontecerá a Bob ? Se ele é como a maioria dos 10 milhões de alcoólatras nos Estados Unidos,*seus filhos se envergonharão dele,seus amigos o evitarão,seus médicos não terão esperança de ajudá-lo e a esposa finalmente o deixará. Sua personalidade gradualmente se distorcerá, seu talento e inteligência se desperdiçarão, e sua integridade e auto-respeito se erodirão. Ele tomará tranquilizantes e sedativos no esforço de combater sua depressão e ansiedade. Mudará de médicos, esperando encontrar aquele que lhe possa dizer o que há de errado. Consultará um psiquiátra e gastará incontáveis horas e milhares de dólares procurando descobrir as raízes de sua infelicidade. Será repreendido por seu chefe e, por fim, será demitido. Enquanto isso, ele beberá. Tentará parar de beber e algumas vezes o conseguirá. Mas, depois de uma semana ou um mês, começará de novo. Tremerá, suará e sentirá enjôo de estômago quando parar de beber. Continuando a beber, estes sintomas da síndrome da abstinência se tornarão piores, e ele beberá mais e com maior frequência, a fim de aliviar o sofrimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário