06 junho 2011

Álcool - Prazer ou Destruição ?

O Álcool

O álcool sob forma de cerveja, vinho, conhaque, uísque, cachaça, etc., é a droga de maior consumo e abuso contra a saúde, no mundo.
O álcool mata a nível externo porque destrói?
Fisicamente o individuo, uma vez que fica com uma péssima e má nutrição;
Socialmente porque comete negligencia perante a família;
Finalmente destrói a nível moral;
Destrói a nível interno
Uma vez que danifica lentamente os órgãos do corpo;
O álcool prejudica o cérebro uma vez que deprime as funções celebrais;
Destrói o fígado porque dificulta o processo de metabolização;
Aniquila o coração porque as doses elevadas levam ao aumento de acidentes cardiovasculares;
O Álcool mata nas estradas por quê?
Diminui a concentração;
Diminui a acuidade visual;
Diminui o campo visual (visão turva);
Diminui os reflexos;
Grupos de riscos
Grávidas e mulheres que amamentam;
Trabalhadores;
Condutores;
Problemas clínicos
Síndrome Alcoólica Fetal (SAF)
A Síndrome Alcoólica Fetal (SAF) é uma doença causada pelo consumo de álcool pelas mulheres grávidas. Quando a futura mãe bebe, o álcool é passado para a criança pela placenta e, pode ter muitos efeitos tóxicos. A bebida alcoólica prejudica algumas áreas do cérebro do bebê e comprometem funções importantes como o equilíbrio, aprendizado, memória e o relacionamento social.
Perigo para a mente
Os efeitos prejudicam o cérebro; as dificuldades na locomoção, visão distorcida, fala inarticulada, tempos de reação reduzidos e memória danificada, demonstram claramente que o álcool afeta o cérebro.
Cancro da Garganta, boca, esôfago, e estômago.
O álcool ajuda no surgimento do cancro da boca, esôfago, garganta e estômago.
Facilita também que as substâncias cancerígenas do tabaco penetrem na mucosa da boca, o que aumenta o risco para os fumantes.
No esôfago e no estômago o álcool vai provocar inflamação, o que pode levar ao sangramento, além de enjôo, vômitos e perda de peso.
“A cirrose hepática é um dos problemas mais falados dos alcoólicos, é um problema irreversível e incompatível com a vida, levando o alcoólico”.
“Lentamente a morte…”.
Álcool e o Coração
Doses elevadas por muito tempo provocam lesões no coração provocando arritmias e outros problemas.
No Fígado
O fígado tem um papel fundamental em metabolizar alimentos, combater infecções, regula o fluxo sanguíneo e elimina substâncias tóxicas do corpo, inclusive o álcool.
O uso prolongado de álcool pode prejudicar o fígado, a primeira fase é da decomposição do etanol torna lenta a digestão de gorduras, de forma que elas se acumulam no fígado. Isso se chama esteatose hepática, ou fígado gorduroso com o tempo desenvolve-se uma inflamação crônica no fígado ou hepatite.
Álcool e Hormônios sexuais
Cérebro
Redução do volume do hipocampo, dificuldades de raciocínio e concentração. Perda considerável de memória.
Ossos
Diminuição da densidade óssea, principalmente nos ossos do sexo masculino.
Fígado
Além das lesões do fígado que leva o paciente lentamente à morte, podem ocorrer gastrites, úlceras e pancreatite aguda (quadro clínico grave).
Sistema endócrino
O metabolismo do álcool afeta os hormônios reprodutivos do Homem e da Mulher.
No homem o álcool contribui para lesões testiculares o que prejudica a produção de espermatozóides.

Nenhum comentário:

Postar um comentário