09 julho 2011

Alcoolismo - Resumo

Alcoolismo


O QUE É ALCOOLISMO?
O alcoolismo é toda forma de consumo de bebidas alcoólicas que ultrapassa o uso tradicional, ou que não está de acordo com as normas sociais estabelecidas dentro de um marco cultural dado. Esta definição, proposta por um comitê de especialistas da OMS-Organização Mundial da Saúde, reflete a relatividade dos conceitos sobre o alcoolismo em diferentes culturas.

O ALCOOLISMO É UMA DOENÇA
Pelo conceito da Organização Mundial da Saúde, alcoolismo afeta o indivíduo fisicamente, mentalmente e socialmente. Alcoolismo é uma doença que atinge o indivíduo e a família.

FASES DO ALCOOLISMO
1a. Fase:
Quando bebe demais e percebe que está bebendo, mas não consegue parar.
Ainda não afeta seu trabalho.
Capacidade de beber está sendo atingida.
Fala bastante e repete o assunto várias vezes quando bebe.
É uma fase difícil de identificar.
Melhor fase para tratamento.
2a. Fase:
Ocasional.
Problemas de dinheiro começam a aparecer.
Problemas no relacionamento familiar.
Desespero por parte dos familiares.
Censura dos amigos com mais freqüência.
Só tem amigos de bar.
Vexame nas festas.
3a. Fase: 
Dependência física.
Náuseas ao escovar os dentes.
Inicia afastamento ao trabalho.
Trêmulo.
Diminuição do rendimento profissional.
Irritabilidade e agressividade.
Criança começa a ter medo do pai.
Desprezo da família.
Desempenho sexual prejudicado.
Filhos têm um menor rendimento na escola.
4a. Fase: 
Crônica (bêbado de calçada).
Começa a não se preocupar com aparência.
Agressividade.
Alucinação (começa a ver coisas e bichos).
Tremor com freqüência.
Toma bebida logo cedo.
Alucinação, o alcoólatra pensa em suicídio.
Perda de família e emprego.
Desprezo da sociedade.
ALCOÓLATRA É AQUELE QUE PERDE O CONTROLE DIANTE DA GARRAFA, NÃO CONSEGUE EVITAR O PRIMEIRO GOLE, E NÃO SE RECORDA DO ÚLTIMO.
É IMPORTANTE NOTAR QUE O ALCOOLISMO NÃO ESCOLHE CLASSE SOCIAL, GRAU DE INSTRUÇÃO, RAÇA, RELIGIÃO, SEXO, ETC...

CAUSAS DO ALCOOLISMO: 
Predisposição física.
Hereditariedade.
Acesso a bebidas quando criança,
Frustrações (quem nasceu primeiro o alcoolismo ou a frustração?)
Insegurança.
Fuga.
Modelo na família.
Beber diário.
Dependência psíquica.
Sociedade nos induz ao alcoolismo.
NÃO CONFUNDIR MOTIVOS PARA BEBER COM CAUSAS DO ALCOOLISMO
OBS.: Os problemas não levam ao alcoolismo, o alcoolismo leva aos problemas.

CONSEQÜÊNCIAS:
Desajuste familiar.
Desprezo pela sociedade.
Problemas físicos clinicamente comprovados.
Doenças do fígado.
Atrofia testicular (esterilidade).
Impotência sexual.
Hipertensão arterial (pressão alta).
Tremores.
Doenças do coração.
Perda de pêlos.
Ginecomastia (aparecimento de seios no homem).
Alteração na pele.
Danos irreversíveis às células cerebrais.

A FAMÍLIA E O ALCOÓLATRA
A família adoece tanto ou mais que o próprio alcoólatra. Ele apresenta-se como um elemento altamente estressante, como devorador das economias e recursos familiares, que coloca em risco o emprego e a segurança do grupo. Um caso de alcoolismo cria uma série escalonada de crises numa estrutura familiar, além disso cria também problemas fisiológicos, como impotência ou disfunção sexual, gerando sérios conflitos conjugais. O álcool como a maioria das drogas cria desvios sexuais.

COMO A FAMÍLIA DEVE SE COMPORTAR PERANTE O TÓXICO E O ÁLCOOL
A melhor forma de "curar" um viciado é não deixá-lo iniciar no vício. Prevenção está ao alcance de todos.
A família deve aceitar o viciado como um doente.
Não dramatizar para não aumentar o problema.
Devem os pais AMÁ-LO, pois a pílula mágica do AMOR é capaz de operar milagres na cura desse doente.
Procurar os centros especializados para a orientação e levar o doente para esses centros, conscientizando-o de sua doença.


Nenhum comentário:

Postar um comentário