06 julho 2011

Moçambique : Álcool e os danos mentais no país


Mocambique: Alcool e a terceira causa de doencas mentais no pais

Maputo,  - O álcool, a par das chamadas drogas leves, constitui a terceira causa de internamento de doentes mentais em Moçambique, segundo dados divulgados  pelo Ministério da Saúde (MISAU). 
Nos últimos três anos, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas levou ao internamento de 716 pessoas, enquanto a "cannabis" foi responsável por 464 hospitalizações, as substâncias não específicas, 416, e substâncias múltiplas, 116. 
De acordo com o quadro divulgado, além do álcool, as psicoses e epilepsias são os principais factores de internamento em Moçambique. 
A responsável pela área da toxicodependência na secção de saúde mental do MISAU, Eugénia Teodoro, afirmou que os dados apurados pelas autoridades não reflectem o verdadeiro cenário dos efeitos do consumo de substâncias psicotrópicas no país. 
"Normalmente, as pessoas só recorrem aos serviços de saúde, quando já estão com problemas mentais, devido ao consumo de substâncias psico-activas", sublinhou Eugénia Teodoro. 
Um levantamento do MISAU, realizado no ano passado, concluiu que existem em Moçambique mais de cinco milhões de alcoólatras, quase um quarto da população moçambicana, estimada em 20,3 milhões de pessoas. 
A responsável pela área da toxicodependência na secção de saúde mental do MISAU lamentou o abandono pela família de doentes mentais internados nos hospitais. 
Por outro lado, a falta de um centro de recuperação dos toxicodependentes em Moçambique é um dos principais obstáculos na luta contra o consumo de drogas, assinalou. 
O não acompanhamento dos doentes no período pós-internamento constitui também motivo de preocupação para as autoridades sanitárias moçambicanas, uma vez que essa lacuna é responsável pela alta taxa de recaídas.
A título indicativo, metade dos 260 doentes mentais internados no Hospital Psiquiátrico de Infulene, o maior do país nesta especialidade, já estiveram internados em ocasiões anteriores. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário