10 outubro 2011

Alcoolismo - Os nove tipos de Alcoólatras


Os nove tipos de alcoólatras


SETEMBRO DE 2011

O Departamento de Saúde da Inglaterra lançou uma campanha contra o alcoolismo dirigida a nove tipos de alcoólatras.

O governo acredita que identificar as razões que levam usuários ao consumo excessivo de bebidas pode ajudar no combate ao alcoolismo.

O estudo foi feito com homens que bebem mais de 50 unidades semanais e mulheres que bebem pelo menos 35 – duas vezes acima do recomendado.

Veja os nove tipos de alcoólatras:

Deprimido: Está com a vida em um estado de crise – atravessando um período de dificuldade financeira, luto ou divórcio recente, por exemplo.
Motivações: Vê o álcool como uma forma de se reconfortar ou como uma automedicação para ajudar a lidar com as turbulências.

Estressado: Tem uma vida sob pressão no trabalho, o que normalmente leva ao sentimento de não ter as coisas sob controle ou de estar sobrecarregado de responsabilidades.
Motivações: O álcool é uma forma de relaxar e de retomar a sensação de controle, ao traçar uma linha entre vida pessoal e profissional. Os parceiros normalmente reforçam este comportamento ao preparar drinques para os bebedores.

‘Social’: Têm uma agenda social carregada.
Motivações: O álcool é um meio de ligação que unifica a todos e os coloca em uma mesma sintonia.

Conformista: Tipicamente, rapazes tradicionalistas que crêem que ‘homens vão ao bar todas as noites’.
Motivações: O álcool faz parte do que definem como ‘meu momento’. O bar é sua segunda casa, e eles se sentem aceitos neste ambiente.

Bebedor comunitário: Bebe em grandes grupos sociais.
Motivações: Levado ao álcool pelo senso de comunidade criado pelo ambiente do bar. A bebida dá segurança e significado à vida e age como meio social.

Entediado: Tipicamente, mães solteiras ou mulheres recém-divorciadas, com vida social restrita.
Motivações: A bebida é uma companhia que substitui o casal. Beber marca o final do dia, talvez encerrando uma jornada de obrigações.

Machão: Normalmente se sente subvalorizado, sem voz e frustrado em áreas importantes da vida.
Motivações: Seu lado bebedor é um alter-ego que gira em torno da sua capacidade de beber. A bebida é motivada pela necessidade constante de reafirmar sua masculinidade e seu status em relação a outras pessoas.

Hedonista: Solteiros, divorciados ou com filhos crescidos.
Motivações: Beber em excesso é uma forma de expressar sua independência, liberdade e juventude para si mesmo. O álcool é usado para diminuir inibições.

Quase dependente: Homens que moram ‘de fato’ no bar – que, para eles, é quase o mesmo que a casa.
Motivações: Uma combinação de motivos, incluindo tédio, necessidade de se conformar e um senso de mal-estar existencial em suas vidas.





Nenhum comentário:

Postar um comentário