04 outubro 2011

Empresa Lança Bebida " Milagrosa " e Causa Polêmica


Produto acelera metabolismo do álcool no sangue, segundo fabricante.
Médicos dizem que ele não foi testado e temem que leve a abusos.



OutoxA bebida da marca Outox será comercializada pela empresa Outox França, filial da Outox International, com sede em Luxemburgo.

- "Esta bebida gasosa acelera de maneira importante a redução da taxa do álcool no sangue e permite às pessoas recuperar rapidamente um estado normal", afirma o convite a uma conferência de imprensa de lançamento do produto.

Uma porta-voz da Outox France explicou na terça-feira que estão negociando com as autoridades a possibilidade de que a bebida seja vendida em supermercados, bares, restaurantes e também em distribuidores automáticos, faculdades e discotecas. Mas os responsáveis pela luta contra o alcoolismo já se pronunciaram contrariamente. Estão preocupados com a chegada de produtos como este ao mercado, sobretudo entre os jovens. Na França, a primeira causa de mortalidade no trânsito é o álcool.

- "Corre o risco de fazer com que os jovens resolvam dirigir seus carros sem ter avaliado sua taxa de álcool", advertiu o doutor Alain Rigaud, presidente da Associação Nacional de Prevenção de Alcoolismo e Vícios. - "Se alguém inventasse um produto capaz de diminuir realmente a taxa de alcoolemia, mereceria o prêmio Nobel", disse com ironia. Mas a porta-voz de Outox insiste com os milagres:

- "Os testes médicos realizadas são muito demonstrativas", assegurou.


Uma bebida similar chamada Security Feel Better, que também pretendia reduzir rapidamente a taxa de álcool no sangue, foi proibida durante vários meses na França em 2006. Depois, a publicidade começou a promovê-la como uma bebida contra a ressaca sem citar a redução da taxa de álcool. Na França o índice de álcool permitido no sangue é de 0,5 gramas, equivalente a dois copos de vinho, cerveja ou whisky.

O tal Outox promete -a base de vitamina C de gosto açucarado, acidulantes, ácido cítrico, ácido málico, antioxidante (ácido ascórbico) e aroma colorante (ácido carmínico)- não deixar rastros de uma noite de bebedeira no sangue dos consumidores.

Trataria de um produto com propriedades milagrosas desconhecidas ou é só mais uma empresa sem escrúpulos se aproveitando do problema social para vender água açucarada com base em dados pseudos-científicos e lucrar milhões em cima da desgraça alheia. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário