11 maio 2012

Crianças e o alcoolismo dos pais


Como as Crianças encaram o Alcoolismo dos pais?


Como nós aprendemos, senão, através da imitação? Observe uma criança, como ela desenvolve seus hábitos, se tudo, na maioria das vezes, não começa com o exemplo que vê em casa... 

Um hábito é tudo que uma criança em fase de crescimento procura. Faz parte da estrutura natural do seu ego, procurar alguma coisa com a qual se identifique, para, a partir disso, construir sua personalidade.

Pode começar em casa, isso normalmente é o que ocorre, quando sente um natural desejo de imitar um adulto com o qual tenha apreço. Um irmão maior, os pais, um parente mais próximo, e logo, seu pequeno cérebro corre em busca das "coisas" que os outros já fazem, e que aparentemente lhes proporciona grande satisfação. Não precisamos dizer que um vício é um hábito, e que só se torna hábito, porque proporciona satisfação ao indivíduo, e cria dependência, e as consequências, estas conhecemos bem.

Como uma criança então, imatura, consegue medir se alguém à sua volta está ou não contente? Através do sorriso, da aparente alegria que uma pessoa satisfeita demonstra publicamente. São os indícios clássicos. Gargalhadas, sorrisos fáceis, abraços entre amigos, animação, coisas próprias, por exemplo, de alguém sob efeito do alcool.

Não podemos esperar que isso não lhes chame a atenção, que não sinta a natural vontade de tratar aquele comportamento como algo normal, digno de ser imitado. Afinal de contas, são os adultos de sua confiança que estão atestando aquela coisa como proveitosa, de valor, um verdadeiro convite para que futuramente, ela, a criança, se torne uma solidária e fiel seguidora desse mestre instrutor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário