23 março 2013

74% dos adolescentes experimentaram bebida alcoólica em casa


74% dos adolescentes experimentaram bebida alcoólica em casa

Mais da metade dos adolescentes brasileiros com idades entre 16 e 17 já experimentou bebida alcoólica. O primeiro contato acontece predominantemente em reuniões de família: 74% disseram beber espumantes e vinhos em datas comemorativas como Natal, Reveillon e Páscoa, segundo pesquisa do Instituto QualiBest, que ouviu 183 jovens na faixa etária entre 13 e 17 anos das classes A,B e C que analisou o comportamento nos temas álcool, drogas e sexo.
Quando perguntados sobre drogas, 60% dos entrevistados são contra a legalização da maconha. Entre as justificativas para o posicionamento disseram se tratar de um alucinógeno que induz seus usuários a agressividade e a perturbarem outras pessoas, além de causar problemas de saúde e efeitos colaterais.
Dentre os entrevistados, 89% disseram nunca ter experimentado nenhum tipo de droga. Daqueles que já tiveram algum contato, 59% utilizaram maconha. Para conversar sobre este assunto os amigos são os primeiros a serem procurados por 74% dos adolescentes, enquanto 21% procuram a mãe e 8% em média recorrem ao pai.
No quesito sexo, 19% dos entrevistados já tiveram a primeira relação, e 29% destes disseram ter acontecido aos 14 anos. Para se aconselhar sobre o assunto, 62% conversam com amigos e 22% optam por procurar os pais. Quando se tratam de adolescentes com os pais separados apenas 17% procuram o pai ou a mãe.
Na classe A, 39% procuram aconselhamento sobre sexualidade na família, contra 12% nas classes B e C. A escola aparece como fator importante na educação sexual, pois 76% disseram ter participado de algum programa voltado para o tema na escola. Entre os entrevistados de classe média, 20% procuram os professores para esclarecer dúvidas.
Fonte: Revista Exame




Nenhum comentário:

Postar um comentário