20 julho 2013

Alcoolismo é mais prejudicial as mulheres do que nos homens


Alcoolismo é mais danoso nas mulheres do que nos homens


Veja como a bebida atinge o sexo feminino

Mulheres são mais suscetíveis a sofrerem o efeito do álcool do que os homens. O metabolismo do álcool nas mulheres não é igual ao do sexo feminino. Isso acontece por causa da maior proporção de tecido gorduroso no corpo delas e também por variações na absorção de álcool no decorrer do ciclo menstrual. Veja o que o exagero do álcool pode fazer no organismo feminino: 

Fígado – As mulheres correm mais risco de desenvolver doenças hepáticas do que os homens. Elas têm três vezes mais chances de desenvolver cirrose. 

Doenças cardiovasculares – Mulheres que abusam do álcool pode desenvolver miocardiopatias, doenças no músculo do coração. 

Câncer de mama – Mulheres que tomam de 2 a 5 drinques por dia tem 40% de chances de desenvolver câncer de mama. 

Feto – A ingestão de álcool durante a gravidez pode provocar distúrbios fetais como retardo de desenvolvimento. 

Osteoporose – O álcool aumenta o risco de fratura de colo de fêmur e de antebraço. 

Por Carolina Abranches

Nenhum comentário:

Postar um comentário